ÚLTIMAS POSTAGENS

domingo, 26 de junho de 2011

EFEITOS

Pelas palavras,
ditas ou apenas sonhadas,
sugeridas ou mesmo intuídas,
sentir e gozar
é mesmo de se adorar.
No corpo, os sentidos se aguçam.
Na carne, os efeitos se produzem.
Nos teus olhos que não vejo
bebo palavras inchadas de desejo.
Dos teus lábios, suspiro.
De tua pele, cheiro.
De tua mente, gente.
Será incoerente?

Daniela Versieux

2 comentários: